6 mitos e verdades sobre o uso de smartphones

Especialista no assunto que atende pelo aplicativo GetNinjas esclarece as principais dúvidas sobre o tema

Hoje em dia quase ninguém vive sem um smartphone. Afinal, por meio dele você faz praticamente tudo: paga contas, faz compras, conversa com amigos e familiares, assiste filmes e séries, navega nas redes sociais e até contrata serviços por meio de aplicativos como o GetNinjas, maior plataforma de contratação de serviços da América Latina.

A proximidade com o aparelho fez com que muita gente passasse a se sentir “especialista” no assunto e muitas informações equivocadas começaram a ser divulgadas sobre os cuidados que devemos ter para manter o celular em bom estado. Pensando nisso, o GetNinjas convidou Tatiana Moura da Fix Online, assistência técnica de celular que atende pelo aplicativo de serviços, para esclarecer alguns mitos em torno deste tema. Confira abaixo quais são eles:

Arroz salva os celulares que caem na água: MITO

Ele absorve apenas o líquido que fica na superfície. A água que atinge a placa só consegue ser extraída abrindo o celular e fazendo o procedimento conhecido como banho químico. Se o celular cair na água, não o ligue na tomada e procure uma assistência técnica o quanto antes. Atenção para a água do mar, que prejudica ainda mais o celular.

Pasta de dente tira o risco na tela do celular: MITO

Creme dental não resolve o problema e, além disso, pode entrar no LCD e prejudicar o seu funcionamento. Para evitar o problema o ideal é usar uma tela de proteção de qualidade (de preferência de vidro que é mais resistente).

Usar o smartphone com a tela rachada danifica o aparelho: VERDADE

O celular pode continuar funcionando se o touch não tiver sido prejudicado, mas se a pessoa continuar utilizando corre o risco de comprometer o LCD. Neste caso, a situação fica mais complicada e só a troca de vidro não resolve o problema.

Bateria vicia: MITO

Isso acontecia com as antigas baterias de níquel. Hoje, os smartphones utilizam baterias íon de lítio que não sofrem deste mal. Pode carregar quando quiser.

Usar a bateria até o final para ser recarregada: MITO

Não precisa seguir esses ciclos completos de carga e descarga. Os smartphones atuais estão preparados para atender às nossas necessidades de uso.

O celular precisa ser retirado da tomada quando a bateria atingir os 100%: DEPENDE

Deixar o celular no carregador depois da carga estar completa não compromete o aparelho desde que seja um carregador original ou de boa procedência. Um carregador de má qualidade
costuma não identificar que o celular chegou aos 100%, continua passando corrente para o aparelho e pode fazer a bateria inchar e até explodir. Tenha bastante atenção com isso.