Árvore de Natal natural: Tuia Holandesa é uma alternativa elegante e sustentável para a decoração de fim de ano

Opção para substituir as árvores artificiais, os pinheirinhos naturais trazem beleza e complementam o ambiente na data mais especial e aguardada do ano

Decorar a casa com temas natalinos é sem dúvida uma das tradições mais importantes e divertidas durante o período de festas de final de ano. Em meio às luzes e itens que remetem ao Papai Noel não há adorno mais representativo e simbólico do que a árvore de natal. Atração principal na composição para a data tão especial, montar e ornamentar os pinheirinhos é um costume disseminado no mundo todo e, também, entre os brasileiros. Porém, diferente dos países da Europa e da América do Norte por exemplo, que priorizam as espécies naturais, no Brasil foram as opções artificiais que se popularizaram.

Mas que tal adotar novos hábitos e apostar em uma versão natural da árvore de natal? “Aos poucos, as espécies plantadas tem ganhado espaço na casa dos brasileiros. Sabendo dos benefícios de ter qualquer planta ornamental incrementando, purificando e agregando graciosidade ao ambiente é fácil pontuar as vantagens em relação a utilização das opções sintéticas. Além disso, são sustentáveis e podem permanecer com a família por meses além do Natal”, comenta Bruno José Esperança, diretor geral da Esalflores, uma das principais redes de floriculturas do Brasil, que anualmente prepara um estoque exclusivo de espécies naturais com tamanhos e preços variados.

Bonitas e sofisticadas, as opções de árvores de natal naturais agregam leveza e requinte a qualquer espaço. A Tuia Holandesa é a opção mais popular e pode ser encontrada em diversas dimensões. Na Esalflores, há opções com tamanhos entre 40cm a 1,20m de altura, com preços que variam entre R﹩ 35,95 e R﹩ 150,90. Outras possibilidades é a Tuia Strickita com 30cm por R﹩16,95, mas independente da escolha é preciso estar atento aos cuidados para mantê-las saudáveis e duradouras. “A Tuia dura cerca de 1 a 2 meses, dificilmente vai durar de um ano para o outro, mas é ideal para o período das festas de Natal e ano novo”, explica Bruno José Esperança. “Para mantê-la saudável é preciso muita água e luz. Com relação aos enfeites, não há restrição. Assim como as árvores artificiais, os galhos suportam vários modelos de enfeites e combinam bem com os mais variados tipos de adereços natalinos. Já as luzes devem ser preferencialmente de LED, pois não esquentam e, portanto, não representam perigo para a planta”, explica o especialista.

Quanto as regas e crescimento, a maioria das espécies com perfil para árvores de natal naturais exigem regas em dias intercalados e adubação mensal com substâncias especificas encontradas em lojas especializadas. “Lembrando que é sempre importante estar atento ao aspecto da planta, checando a umidade da terra e os sinais que a aparência dos galhos e folhas oferecem”, sugere o profissional. “Após o período de festas, basta retirar os enfeites e adornos da planta e manter os cuidados. Caso necessário, é possível transportá-la para um vaso maior para incentivar o crescimento”, completa Bruno José Esperança.