Guia de pincéis! Como escolher o ideal para cada etapa da make e como limpá-los de forma adequada após a utilização

Pensar em pincéis de maquiagem é pensar em uma enorme variedade, e pode ser desafiador para quem não é experiente no assunto, diferenciar a função de cada um. Mas com essas dicas que Daniele Carlim, instrutora do curso de maquiagem do Instituto Embelleze separou, vai ficar muito mais fácil de montar a make do dia a dia usando os produtos ideais, além disso, ela também dá dicas de como aproveitar a quarentena para fazer uma limpeza geral nos pincéis e deixá-los novinhos com produtos caseiros. Confere só!

 

 

PINCÉIS PARA A PELE

BASE

Com as cerdas leves, macias e em formato circular, a instrutora ressalta que esse é o pincel ideal para espalhar suavemente a base pelo rosto, sem deixar marcado. “Esse formato é um dos mais usados, tanto por quem não tem muita prática como por quem já tem mais experiência, é um coringa”.

CORRETIVO

Seguindo o sentido das cerdas, com esse pincel é possível distribuir uniformemente o corretivo pela região dos olhos, deixando uma aparência natural. “Muitas pessoas costumam usar o próprio pincel do corretivo ou até mesmo aplicar com o dedo, mas com o uso do pincel chanfrado não há desperdício de produto”, complementa Daniele.

CONTORNO

Segundo Daniele, o pincel de contorno é diferenciado pela precisão que oferece ao ser usado em regiões como maxilar, testa e maçãs do rosto. “As cerdas são firmes e com um exclusivo corte ondulado, o que facilita muito na hora da aplicação, ainda mais para quem está começando a por em prática a técnica do contorno”.

O pincel para pó tem como principal característica o grande volume de cerdas e a maciez, para que ao aplicar o pó no rosto com ela, o produto espalhe bem e da forma mais natural possível. “Com esse tipo de pincel maior e com mais cerdas, não há acúmulo de produto, ou seja, a aplicação fica bem natural”.

BLUSH

A instrutora do Instituto Embelleze chama a atenção para o pincel chanfrado. “Muitas pessoas acabam usando para blush e bronzeadores o mesmo tipo de pincel que usam para o pó, mas o pincel chanfrado possui cerdas que depositam a maquiagem de maneira mais concentrada, por isso, para dar destaque ao colorido no rosto, é o indicado. Ao usá-lo o ideal é essencial prestar atenção na quantia que será depositada. Pela concentração de produto que ele absorve, uma dica é assoprar levemente o pincel antes de levar ao rosto”, comenta Daniele.

ILUMINADOR

Daniele ressalta que esse é o queridinho da vez. “O pincel leque pode ser usado tanto no rosto como nos olhos, o diferencial dele é possuir cerdas em duas alturas diferentes, o que o torna ideal para a aplicação de iluminadores em pó, deixando um efeito delicado. Além disso, ele também serve para tirar o excesso de pós faciais e sombras, dando o acabamento perfeito”.

PINCÉIS PARA OS OLHOS

 

SOMBRA E CÔNCAVO

Esse é o modelo de pincel mais indicado para a aplicação de sombra, tanto no côncavo como na pálpebra. Possuindo cerdas mais curtas e firmes com corte arredondado, ele se encaixa com mais facilidade nessas regiões dos olhos. “Para a região dos olhos e para construir uma sombra perfeita, é preciso ter um pincel desses no kit”, afirma a instrutora.

ESFUMAR

O pincel para esfumar possui cerdas mais longas e macias, além do corte arredondado, que se encaixam perfeitamente na área externa dos olhos e no côncavo, auxiliando de forma muito prática a construção do esfumado. Mas Daniele chama a atenção para não errar na hora da compra, “o pincel de esfumar pode ser confundido com o pincel para sombra e côncavo, mas uma dica é prestar atenção no comprimento das cerdas, o pincel para esfumar é menos achatado e mais macio”.

DELINEADO

O pincel chanfrado possui cerdas curtas e firmes, que facilitam a aplicação do delineador em gel. O corte permite um encaixe preciso nos olhos e assim, permite a construção de um delineado perfeito. “Costumo utilizar muito esse tipo de pincel no meu trabalho, pois além de facilitar a aplicação do delineador em gel, constrói uma maquiagem com muita precisão e não deixa falhas”, finaliza Daniele.

LAVANDO OS PINCÉIS

Pensando no que pode ser encontrado em casa, os produtos mais indicados são shampoo de bebê ou sabonetes neutros, o detergente também está incluso nessas opções. Basta colocar a opção escolhida na palma da mão, molhar o pincel, de preferência em água morna, e fazer movimentos circulares delicadamente passando o pincel na palma da mão, é preciso vai repetir o processo até a água sair transparente, sempre deixando a água corrente cair para ir levando os resíduos embora.

Mas Daniele chama a atenção para o cuidado com a água. “É preciso tomar muito cuidado para não deixar a água entrar no cabo do pincel, isso pode danificar o acessório. Deixe o pincel sempre virado para baixo”.

Para quem não quer sujar as mãos, a instrutora dá outra opção. “Colocar o produto numa peneira e fazer os mesmos movimentos citados acima com o pincel passando na peneira, ao invés de passar na mão, o resultado também é ótimo”.

Além desses produtos comuns que cumprem outras funções, a instrutora ressalta que podemos sim usá-los, mas devem ser usados também os higienizadores desenvolvidos justamente para essa finalidade. “Os higienizadores próprios para os acessórios de maquiagem já existem no mercado em diversas marcas, com valores acessíveis, portanto, é uma prática que deve ser incentivada”.

E AS ESPONJAS?

Não podemos nos esquecer delas, que também têm um papel importante na produção da maquiagem. “Basta mergulhá-las na água com o sabonete escolhido e ir apertando para a sujeira ir saindo, repita o processo até perceber que não tem mais resíduos no produto”, afirma Daniele.

HORA DE SECAR

Nessa hora, é importante ter paciência para que o processo de limpeza seja concluído com sucesso. “Deixe os pincéis e esponjas secarem naturalmente, coloque-os sobre um papel toalha e os deixe inclinados, para que a água não penetre no cabo. É importante não colocar no sol, pois as cerdas podem ressecar e danificar o produto”, enfatiza Daniele.

Outro ponto importante é não guardá-los caso ainda estejam úmidos, pois isso pode deformar as cerdas e acumular bactérias.

PERIDIOCIDADE

O tempo indicado para repetir o processo depende muito de quantas vezes os produtos são usados usa. Se o normal for uma vez por dia, realizar a limpeza a cada 15 ou 20 dias é o recomendado. Mas se trabalhar usando esses materiais, o ideal é que eles sejam limpos toda semana.

“Os pinceis usados em todo o rosto merecem maior atenção quando se trata de limpeza, pois acumulam mais resíduos, microrganismos e bactérias” finaliza Daniele.